Caviário MauliCuí

Ácaros (Sarna) – muito comum em porquinhos. ( não transmissível á Humanos )
O principal causador de sarna em porquinhos da índia é o Trixacarus caviae, um ácaro parasita específico dessa espécie, que cava galerias na pele, se escondendo sob a pele, provocando coceira intensa e muita dor. O Chirodiscoides caviae é um ácaro parasita que habita a base dos pêlos, cuja infestação pode provocar coceira, mas em geral, é uma infestação assintomática.
O Trixacarus caviae pode estar presente no porquinho durante muito tempo sem ocasionar sintomas; condições de stress podem propiciar sua multiplicação. Normalmente, os locais preferidos pelo parasita são pescoço e escápulas, também podendo ser encontrado no abdome e na parte interna das coxas. Notam-se ferimentos e crostas secundárias às lesões provocadas por mordidas e unhadas em decorrência de coceira. A coceira pode ser tão intensa a ponto de o porquinho apresentar convulsões. Se não houver tratamento, a doença pode levar à morte em algumas semanas.
A sarna em porquinhos não é transmitida aos humanos. Em raras ocasiões, podem causar alguma coceira temporária em pessoas sensíveis, mas este ácaro não pode se reproduzir ou viver em seres humanos.

Sintomas
Você pode notar seu porquinho se coçando muito – essa espécie de ácaro causa coceira insuportável para o porquinho. Isso pode resultar em perda de pêlos, pele raspada ou mesmo feridas abertas causadas pelo ato do porquinho se coçar ou morder. Coçar uma área da pele infestada por ácaros da sarna pode causar tanta dor e irritação que seu porquinho pode parecer estar tendo um ataque ou mesmo pode chegar a convulsionar. A sarna pode fazer com que seu porquinho seja menos amigável e relutante em interagir com o dono.

Infestações graves podem ser fatais. Se você suspeita que um porquinho tem sarna, trate a todos imediatamente, pois outros podem ser portadores sem demonstrar sintomas.
As infestações mais graves ocorrem em animais muito jovens ou animais idosos, em más condições de alojamento e alimentação, talvez por terem menos defesa imunológica. Infestações em porquinhos saudáveis costumam ser menos severas. A morte em decorrência da sarna pode acontecer por desidratação grave devido às feridas e também porque o porquinho pode deixar de comer pela extrema dor e desconforto.

Transmissão
A transmissão acontece principalmente através do contato direto com animais infestados, embora os ovos possam ser transmitidos a eles por outros meios, como pelo alojamento. Ácaros da sarna raramente deixam o hospedeiro, a não ser em caso de superpopulação ou da morte do porquinho hospedeiro. Já os ovos, que são colocados em tocas na pele, podem sobreviver de forma independente por longos períodos de tempo. Por isso a importância em tratar os porquinhos corretamente, iniciando o tratamento o mais cedo possível.
Tratamento
O diagnóstico é feito pelo veterinário, por raspagem da pele. Os parasitas nem sempre são encontrados com facilidade, pois costumam ser pouco numerosos e se localizam profundamente na pele.
Ivermectina é o tratamento de escolha. Seu veterinário poderá indicar o uso por injeção, via oral ou uso tópico (neste caso geralmente colocada na pele atrás das orelhas). São necessárias múltiplas doses porque a ivermectina não mata os ovos. O tratamento deve se prolongar durante todo o ciclo do parasita, que é de 14 dias. Duas ou mais doses, com espaço de 7 a 10 dias entre elas são necessárias. O uso incorreto de ivermectina pode levar à morte.
A ivermectina é administrada por uma fórmula que especifica a dosagem em miligramas por quilo de peso para cada espécie animal. Por isso, é essencial saber o peso do porquinho a ser tratado, e a dosagem em mg/kg indicada. Para uso tópico, a dosagem padrão é de 0,5mg/kg, aplicada na pele de trás das orelhas e na nuca, com intervalo de 7 dias entre as aplicações, que devem ser repetidas por 2 ou 3 vezes

Esta informação tem caráter informativo e não substitui uma consulta veterinária. Seu veterinário deve ser capaz de determinar a dosagem correta dependendo da via a ser administrada, evitando reações adversas ou até mesmo a morte pela superdosagem. Além disso, alguns porquinhos podem ser alérgicos à ivermectina.
O veterinário também pode indicar medicações para tratar as feridas abertas e outras complicações relacionadas à sarna. É indicado cortar as unhas para minimizar os danos causados pela coceira.
Existem tratamentos alternativos como o uso de sabonetes anti-sarna, como Sarnatyl® (uso veterinário) ou Tetmosol® (uso humano), que podem ser utilizados em forma de banhos a cada
4 a 7 dias, repetidos no mínimo 3 vezes.

-Tetysarnol spray – 1 x ao dia nas partes sem pelo ou feridas pela coceira, tratar até sumir tudo e continuar mai uns dias por precaução.

Evite futuras infestações por deixar em quarentena e realizar tratamento de animais recentemente adquiridos.

Sarna faz perder pelo e cria uma casquinha – como o porquinho se coça, criará feridas

Alguns criadores, rotineiramente, deixam os porquinhos novos em quarentena (já que podem ser portadores dos ácaros, mesmo não mostrando sinais) em vez de correr o risco de reintroduzir os ácaros da sarna em um grupo inteiro de porquinhos.

Porquinhos com sarna em nivel elevado

A ivermectina não deve ser usada em filhotes com menos de 340 gramas de peso.

Ideal esperar 3 meses de idade- doseagem usada pela MauliCUI 0,3ml oral

Estudos indicam que pode ser usada em porquinhas da índia grávidas, porém veterinários desaconselham o uso, por risco de abortamento. Consulte seu veterinário. O uso incorreto de ivermectina pode levar à morte.

Ivomec pode ser encontrado na versão Gold que é 2 vezes mais forte atenção a dosagem excessiva mata.

Sarna de porquinho não pega nos humanos mais é bom lavar sempre as mãos e limpar bem a gaiola com alcool.

Perda de pelos na epoca da gravides ou em momentos de stess tambem pode ser sarna ou falta de vitaminas.


  • RSS
  • Delicious
  • Digg
  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Youtube
pi

Cuidados e Dicas

Ficam muito amigos do dono(a). Por seu notável ...

site45

Alimentação

Uma correta alimentação é muito importante para o saúde e ...

site3

Reprodução

Com dois a três meses de idade esse animal ...

site7454

Doenças

Saiba como cuidar de seu porquinhos mas sempre lembrando que ...

Parceiros

  • Lindo Gerbil
  • Livro Panqueca
  • Website and logo design contests at DesignContest.net.
  • Piggietalk